Utilização do Método Pilates na Reabilitação Neurofuncional do Adulto: Revisão de Literatura

Autores

  • Thiago Leonardo Simão Universidade Federal de Minas Gerais. MG, Brasil.
  • Eduardo Brandão Azevedo Faculdade Pitágoras. MG, Brasil.
  • Aline Alvim Scianni Universidade Federal de Minas Gerais. MG, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2022v26n2p154-163

Resumo

As doenças neurológicas são aquelas que afetam o sistema nervoso central ou periférico, causando ao indivíduo acometido, déficits de estrutura e função corporal, atividade e participação social. Atualmente, diversos tipos de terapia têm sido utilizados para a reabilitação destes indivíduos, sendo o Método Pilates (MP) um deles. O objetivo deste estudo foi revisar a literatura relacionada com a utilização do MP na reabilitação neurofuncional do adulto. Quanto à metodologia, a presente pesquisa foi realizada por meio das bases eletrônicas de dados PEDro, LILACS e MedLine, utilizando os termos “pilates” e “neurology” como palavras-chave. Como resultados 10 estudos foram selecionados, totalizando 386 indivíduos participantes dos estudos incluídos nesta revisão. 153 pertenceram aos grupos experimentais que receberam o MP como intervenção, 80 estavam presentes em grupos que receberam outras intervenções e 154 a grupos controle. Considerando as variáveis repetidas (analisadas por mais de um estudo), 61 medidas de desfecho foram realizadas e 60,66% (37) dessas obtiveram melhora estatística significativa após intervenção com o MP. Dessa forma, conclui-se que o MP se apresenta como mais uma alternativa para a reabilitação dos déficits de estrutura e função corporal, atividade e participação de indivíduos com comprometimento neurológico. Benefícios sobre a força muscular, parâmetros da marcha, alcance, equilíbrio, mobilidade e atividades de vida diária foram verificados nesta revisão de literatura.

 

Palavras-chaves: Método Pilates. Neurologia. Reabilitação Neurológica.

 

Abstract

Neurological diseases are those that affect the central or peripheral nervous system, causing the affected individual, deficits in body structure and function, activity and social participation. Currently, several types of therapy have been used for the rehabilitation of these individuals, and Pilates Method (MP) is one of them. The objective of this study was to review the literature regarding the use of MP in adult neurofunctional rehabilitation. As for the methodology, the present research was performed using the electronic databases PEDro, LILACS and MedLine, using the terms "pilates" and "neurology" as keywords. As a result, 10 studies were selected, totaling 386 subjects participating in the studies included in this review. 153 belonged to the experimental groups that received MP as intervention, 80 were present in groups that received other interventions and 154 to control groups. Considering the repeated variables (analyzed by more than one study), 61 outcome measures were performed and 60.66% (37) of them obtained significant statistical improvement after intervention with the MP. Thus, it is concluded that MP is presented as another alternative for the rehabilitation of deficits of body structure and function, activity and individuals’ participation with neurological impairment. Benefits on muscle strength, gait parameters, range, balance, mobility, and daily life activities were verified in this literature review.

 

Keywords: Pilates Method. Neurology. Neurological Rehabilitation.

Publicado

2022-06-23

Edição

Seção

Artigos