Uso de Microalgas no Setor Agrícola e Agroindustrial

Autores

  • Susana Maria dos Santos Unopar. PR, Brasil.
  • Camila Ferreira Miyashiro Unopar. PR, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-4397-5222
  • Erich dos Reis Duarte Unopar. PR, Brasil.
  • Fernando Zawadzki (in memorian) Universidade Estadual de Maringá. PR, Brasil.
  • Cristiano Reschke Lajús Universidade Comunitária da Região de Chapecó. SC, Brasil
  • Edson Bertolini Universidade Federal do Rio Grande do Sul. RS, Brasil.
  • Denise Renata Pedrinho Universidade Anhanguera Uniderp, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Produção e Gestão Agroindustrial. MS, Brasil.
  • Rosemary Matias Universidade Anhanguera Uniderp, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional. MS, Brasil.
  • Aline Vanessa Sauer Universidade Estadual Norte do Paraná. PR, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2022v26n2p164-170

Resumo

O setor agrícola e agroindustrial surge como impulsionadores da economia do Brasil e de muitos países em desenvolvimento. Porém suas atividades causam preocupações acerca dos impactos ambientais que têm gerado ao ambiente. Dessa forma, várias pesquisas surgem em busca de alternativas para diminuir os efeitos adversos. As microalgas têm sido utilizadas para minimizar o impacto ambiental causado por algumas atividades do setor agroindustrial, em função de seus vários fatores benéficos. Podem ser aplicadas em diversas vertentes do ramo agrícola e tecnológico. No entanto, apesar dos atributos serem favoráveis ao solo, plantas e ambiente, ainda não é amplamente difundido em território brasileiro. O objetivo do trabalho foi discorrer sobre os benefícios das microalgas em várias atribuições do setor agrícola e agroindustrial. A metodologia utilizada neste trabalho foi a revisão bibliográfica. Foram abordados aspectos sobre os efeitos das microalgas como biofertilizantes na agricultura, o uso na limpeza de efluentes oriundos na suinocultura, como fonte de cultivo em vinhaça e, por fim, os impactos socioeconômicos e ambientais na produção de biocombustíveis. Concluiu-se que a utilização desse micro-organismo nos setores agrícola e agroindustrial é promissor. Seu principal papel se desempenha na busca pela atenuação dos impactos ambientais para agricultura e pecuária, além de auxiliar na redução de custos com produção de biocombustíveis, já que as microalgas não interferem negativamente na produção dos produtos agrícolas e energéticos.

 

Palavras-chave: Biofertilizantes. Efluentes da Suinocultura. Biocombustíveis. Impacto Ambiental.

 

Abstract

The agricultural and agro-industrial sectors are the economy driving forces in Brazil and in many developing countries, but their activities cause concerns about the environmental impacts it has generated on the environment, so several studies have emerged in search of alternatives to decrease these adverse effects. Microalgae have been used to minimize the environmental impact caused by some activities in the agro-industrial sector due to its many beneficial factors and can be applied in different aspects of the agricultural and technological fields. However, although the attributes are favorable to the soil, plants and the environment, it is still not widespread in Brazilian territory. The objective of this study was to discuss the benefits of microalgae in various attributions of the agricultural and agro-industrial sector. The methodology used in this work was the literature review. It addressed their effects as biofertilizers in agriculture, their use in cleaning effluents from pig farming and as a source of cultivation in vinasse, and finally, the socioeconomic and environmental impacts on the biofuels production. It is concluded that the use of this microorganism in the agricultural and agro-industrial sectors is promising, with its main performance being the search for the environmental impacts mitigation for agriculture and livestock, as well as helping to reduce costs with the biofuels production, since microalgae do not interfere negatively in the production of agricultural and energy products.

 

Keywords: Biofertilizers. Swine Effluents. Biofuels. Environmental Impact.

Publicado

2022-06-23

Edição

Seção

Artigos