Avaliação de Aspectos Relacionados à Qualidade de Vida dos Usuários que Frequentam o CER II da Região do Médio Vale do Itajaí

Autores

  • Fabíola Hermes Chesani Universidade do Vale do Itajaí, Escola de Ciências da Saúde. SC, Brasil.
  • Eduarda Ferreira Darós Universidade do Vale do Itajaí, Escola de Ciências da Saúde. SC, Brasil.
  • Maria Eduarda da Silva Universidade do Vale do Itajaí, Escola de Ciências da Saúde. SC, Brasil.
  • Carina Nunes Bossardi Universidade do Vale do Itajaí, Escola de Ciências da Saúde. SC, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-6938.2022v26n2p256-261

Resumo

A medida de qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) se refere ao modo como um indivíduo avalia seu próprio bem-estar geral e sua saúde. Esta pesquisa objetiva avaliar aspectos relacionados com a qualidade de vida dos usuários que frequentam o CER II da região do Médio Vale do Itajaí. Trata-se de uma pesquisa com âmbito quantitativo e descritivo realizada com 19 usuários do Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual (CER II) da região do Vale de Itajaí, Santa Catarina. Para a mensuração da QVRS foi utilizado o instrumento EuroQol 5 Dimensions (EQ-5D). O maior índice de Problemas extremos ocorreu nas dimensões cuidados pessoais (15,8%), atividades habituais (15,8%) e dor/mal-estar (15,8%) e menor índice na dimensão mobilidade (5,3%). Na categoria “problemas moderados”, o maior índice foi na dimensão mobilidade (89,5%) e menor índice nas dimensões cuidados pessoais (42,1%) e ansiedade/depressão (42,1%). Por último, na categoria "nenhum problema”, o maior índice foi na dimensão ansiedade/depressão (47,4%), cuidados pessoais (42,1%) e, menor índice na dimensão mobilidade (5,3%). Quando a sua saúde está boa ou má, no dia da entrevista, 57,9 % [11] dos usuários responderam que sua saúde estava moderada, e 42,1 % [8] dos usuários responderam que sua saúde estava excelente. Com este estudo, foi possível avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde dos usuários do CER II de acordo com a sua autopercepção e, isso ajudará a nortear as estratégias de cuidado integral à saúde e a reabilitação com estes indicadores dos determinantes de saúde.

 

Palavras-chave: Qualidade de Vida Relacionada à Saúde. Centro de Reabilitação. Pessoa com Deficiência

 

Abstract

The measure of health-related quality of life (HRQoL) refers to how an individual assesses their own general well-being and health. This research aims to evaluate aspects related to the quality of life of users who attend the CER II in the Middle Valley of Itajaí. This is a quantitative and descriptive research carried out with 18 users of the Specialized Center for Physical and Intellectual Rehabilitation (CER II) in the region of Vale de Itajaí, Santa Catarina. For the measurement of HRQL, the instrument EuroQol 5 Dimensions (EQ-5D) was used. The highest rate of Extreme Problems occurred in the dimensions of personal care (15.8%), habitual activities (15.8%) and pain/malaise (15.8%) and the lowest rate in the dimension mobility (5.3%). In the “moderate problems” category, the highest index was in the mobility dimension (89.5%) and the lowest index in the personal care dimensions (42.1%) and anxiety/depression (42.1%). Finally, in the "no problem” category, the highest index was in the anxiety/depression dimension (47.4%), personal care (42.1%) and the lowest index in the mobility dimension (5.3%). When their health is good or bad on the day of the interview, 57.9% [11] of users responded that their health was moderate, and 42.1% [8] of users responded that their health was excellent. With this study, it was possible to assess the health-related quality of life of CER II users according to their self-perception and this will help guide the strategies of comprehensive health care and rehabilitation with these indicators of health determinants.

 

Keywords: Health-Related Quality of Life. Rehab Center. Disabled Person.

Publicado

2022-06-23

Edição

Seção

Artigos